Tibet Iluminado

R$11.700,00Adicionar ao carrinho

DIA 1 • BRASIL – NEPALChegada ao Aeroporto Internacional de Tribhuvan em Kathmandu e traslado para a Shechen Guest House. Iremos visitar a Estupa  de Boudhanath, construída por Guru Rinpoche,  é um dos locais budista mais sagrados do Nepal. Rodeada por monastérios, lojas, restaurantes, cafés, foi tombada como Patrimônio Histórico Mundial pela Unesco em 1979.

Após a visita, tempo para receber uma relaxante massagem Ayurvédica.

DIA 2 • NEPAL – SHECHEN – KA-NING – DUJOM RINPOCHE

Enquanto aguardamos nosso visto para nossa viagem ao Tibet na parte da manhã iremos ao Ka-Nying Shedrub Ling que é um mosteiro budista tibetano que tem ligações com as linhagens Kagyu e Nyingma (Ka-Nying). O 16 Karmapa instruiu Tulku Urgyen Rinpoche a fundar um mosteiro no Nepal. Tulku Urgyen obedeceu, levando sua esposa e dois filhos, Chokyi Nyima Rinpoche e Chokling Rinpoche. A construção começou em 1972, e o mosteiro foi dedicado em 1976 ao Rei Birendra. Tulku Urgyen morreu em 13 de fevereiro de 1996, quando então Chokyi Nyima Rinpoche o sucedeu como abade (seu irmão Chokling Rinpoche tornou-se “mestre vajra”). Após iremos fazer uma visita na casa dos Rinpoches para recebermios bênçãos.

Em seguida iremos ao Shechen Monastério – fundado em 1980 perto da grande Estupa de Boudhanath.

No monastério existem mais de 300 monges, e lá se ensina música, dança, pintura e filosofia budista.

Sua escola primária fornece uma educação moderna para crianças entre 5 e 14 anos. O presente abade é o sétimo Shechen Rabjam Rinpoche, neto de Dilgo Khyentse. Membros proeminentes do mosteiro inclui o Yangsi de Dilgo Khyentse, Changling Rinpoche e Matthieu Ricard. No Shechen Monastério teremos, ainda, uma consulta de medicina tibetana.

Na parte da tarde iremos conhecer o Dujom Rinpoche Monastério.

DIA 3 – NEPAL – TIBET

Início de nossa jornada à um dos lugares mais místicos e incríveis do mundo: o Tibet.

Localizado a 4.900 m de altitude, será no “Teto do Mundo” onde passaremos momentos inesquecíveis visitando lugares sagrados, passeando por paisagens deslumbrantes e sempre interagindo com a espiritualidade local.

Após café da manhã vamos ao aeroporto para voar a Lhasa.

Lhasa, que significa “Terra dos Deuses” e tem mais de 1.300 anos de idade, fica em um vale ao lado do rio Lhasa. Lhasa é dominada pelo magnífico Palácio de Potala, construído no século 17 para o 5º Dalai Lama. Lhasa fica na parte oriental da cidade, perto da rua do templo de Jokhang e Barkhor, onde a influência tibetana ainda é forte e evidente, e é comum para vermos tibetanos vestidos tradicionalmente envolvidos em uma kora (a circumambulação no sentido horário ou caminhar ao redor do Templo), muitas vezes girando rodas de oração. Pernoite no Hotel.

DIA 4 • LHASA

Após o café da manhã vamos ao Palácio Potala, Ramoche Monastério e Norbu Linka. Palácio Potala, um lendário palácio construído em cima de um único morro pelo primeiro rei Songtsen Gompa. Norbu Linka, que foi o palácio de verão do Dalai Lama, significa ‘Treasure Park’ abrange uma área de cerca de 360 mil metros quadrados e é considerado o maior jardim feito no Tibete. Pernoite no Hotel.

DIA 5 • LHASA

Após o café da manhã vamos ao Sera Monastério, Jokhang Monastério, Barkhor Street. Sera Monastério, 5 Kms norte de Lhasa, é um dos mosteiros mais bonitos de Lhasa. Jokhang Monastério situado no coração da cidade de Lhasa, abriga a relíquia religiosa mais preciosa do Tibete (Tibet), uma estátua de ouro Buda Shakyamuni que foi trazido como um presente pelos chineses Princesa Wen Cheng, por ocasião do seu casamento com o rei tibetano, Songtsen Gompo. No final da visita turnê a Barkhor Street, que é um dos melhores lugares para explorar o centro da Lhasa. Pernoite no Hotel.

DIA 6 • LHASA para Samye e Mindrolling Monastério

Samye Monastério foi fundado no século 8, durante o reinado do rei Trisong Detsen com a ajuda de Guru Rinpoche e Shantarakshita a quem o rei tinha convidado para o Tibete (Tibet). Padamasambhava subjugou os espíritos locais e ganhá-los ao budismo. Mindrolling Monastério é um dos seis grandes mosteiros da escola Nyingma no Tibete. Foi fundada (o) por Rigzin Terdak Lingpa na linhagem de 1676. Ele está localizado na Região Autônoma do Tibet, China, cerca de 43 quilômetros a leste do aeroporto de Lhasa, no lado sul do rio Tsangpo. Pernoite no Hotel.

Dia 07: Lhasa para Gyantse

Dirigimos para Gyantse via Kamba – La (4794m) chegamos a Yamdrok Tso, o lago turquesa que é um dos quatro lagos sagrados no Tibete, depois de atravessar o Karo-la Pass (5045m) chegamos à cidade de Gyantse, um pequeno reino do século 15. Após breve descanso visitar Gyantse Kumbum (a mais alta Estupa no Tibete) e Palcho Monastério fundado em 1418. Pernoite em Gyantse.

Dia 08: Gyantse – Shigatse – Shakya Monastério – Tashilumpo Monastério

Continuamos nossa jornada para Shigatse, a segunda maior cidade do Tibete, que encontra-se perto da união do Nyang Chu e a Tsang Po, na principal rota entre Gyantse e Oeste Tibet. É o lugar do famoso Tashilumpo Monastério. Após o almoço iremos para Shakya Monastério Pernoite no Hote

Dia 09: Shigatse – Lhasa

Pela manhã dirigimos de volta a Lhasa. Tarde livre em Lhasa. Pernoite no Hotel.

Dia 10: Voamos de volta para Kathmandu (Nepal)

Após café da manhã volta para Kathmandu/ dia livre.

Dia 11: Volta ao Brasil ou extensão para 14 dias no Nepal.

>>>>>PARA MAIORES DETALHES E COTAÇÕES ENRE EM CONTATO

Ⓒ 2017 - Amrita Viagens